As embalagens na terra dos cangurus!

O Instituto de Embalagens visitou a Austrália para conhecer e pesquisar sobre embalagens com o Instituto de Embalagens de lá! A Austrália, embora seja um país enorme, tem uma população relativamente pequena. É um país jovem, com grande potencial e ID H muito maior que o nosso (quase cinco vezes mais) e tem perfil de consumo de embalagem igual aos países de primeiro mundo.

Embora a situação econômica pareça muito boa, o país tem sofrido muito com a “desindustrialização” que se iniciou no momento em que começaram as importações de bens, produtos, máquinas e embalagens da China, depois de outros países asiáticos.

No princípio a redução dos custos foi interessante, no entanto, depois de algum tempo, notou-se um sensível aumento no desemprego e a diminuição da indústria como um todo. Atualmente, a indústria australiana está trabalhando forte numa campanha geral, destacando nos produtos, o selo de “Australian Made”, entre outros, com o objetivo de conscientizar a população para reverter o quadro. Situação delicada!

Há forte preocupação da sociedade com a questão da preservação ambiental e, por isso, o País começou a praticar em algumas regiões, a cobrança de depósito para garrafas ou latas de bebidas (10 centavos a serem reembolsados na devolução). Valorizam bem os materiais recicláveis, destacando-os na rotulagem das embalagens. Algumas redes de supermercados usam sacolas biodegradáveis.

Pontos de venda
Há grandes mercados abertos nas grandes cidades (como nossos mercadões ou feiras livres), além de mercados menores nas demais cidades. A instituição principal são as redes de supermercados ou mercados simples. Há também as drogarias e lojas de bebidas (uma vez que os mercados não podem vender bebidas com álcool). Os principais mercados são: o Woolworths (principal), o Coles (mais antigo) e o IGA.

É uma população que preza muito pela qualidade de vida, com a prática de esportes. São muito amistosos aos estrangeiros e convivem muito entre amigos. Existem muitos imigrantes de quase todas as partes do mundo, em especial chineses, indianos e orientais, convivendo em harmonia. Aproveitando esta característica, muitas empresas fazem campanhas sociais e ambientais, usando seus produtos como veículos, esse é o caso da água “Snowy” que promove a campanha contra o câncer de mama. O protetor solar “Every Day” apoia um centro de pesquisa de câncer de pele os australianos investem consideravelmente em boa alimentação.

Há predomínio de sucos à base de frutas e refrigerantes com suco de frutas na maioria em embalagens PEt com rótulos termoencolhíveis bem como autoadesivos. as embalagens de refrigerantes de vidro também usam tampas de alumínio na sua maioria. a Coca Cola para se aproximar de seus consumidores realizava uma campanha publicitária milionária, colocando nas embalagens nomes de pessoas que participaram de um programa pela internet, além disso, tinha embalagens com as mensagens “divida sua Coke com a sua Mãe” ou “com o Papai noel” interagindo com o público. Vários nomes estavam disponíveis, como Madelaine, rebecca, Joan, adam, entre tantos outros.

Além dos energéticos que tomam de certa forma o lugar das bebidas alcoólicas junto aos jovens, encontrei lá uma categoria de bebidas “calmantes” e desintoxicantes como a “EsC”. nome bem sugestivo, não?

Alguns produtos são quase que “instituições” da Austrália: o Weet Bix®, o Vegemite® e o tim tam®. o Weet Bix® é o cereal matinal australiano em formato de barra que, ao derramarmos o leite sobre ele, se desmancha, lembra muito a nossa farinha láctea matinal. o Vegemite® é uma pasta preta salgada feita a partir de extrato de levedura, usada para dar sabor a torradas ou queijos, diria que muito estranho para o nosso paladar. o timtam® é um biscoito coberto por chocolate, que lembra o nosso Bis, hoje em versões de chocolate branco, menta, entre outras opções de apresentação.

As mesmas características de inovação que observamos em outros países estão presentes nas tendências australianas: conveniência, por exemplo, é quase uma regra! Encontramos muitos produtos congelados ou pré-preparados, ou ainda desidratados, mais em função da preocupação dada à saúde e segurança, destacando atributos, como sem conservantes, sem adição de corantes ou saborizantes. Boa parte dos produtos é classificada como vegetariana por não conter glúten e por ter níveis de redução na quantidade de gordura, sódio, proteína. tudo de forma muito fácil e clara para o consumidor, mais do que serviço, consideração e respeito. destacaria o painel de informação usado em todos os produtos alimentícios e a apresentação do caldo de galinha da marca Campbells®, o produto vem numa bisnaga, bem prático para o uso.

Entendemos que as tendências mundiais são aplicáveis e a questão da sustentabilidade torna-se uma das mais relevantes, cada vez mais, em lugares ao redor do mundo. Melhor assim porque como sempre afirmamos por aqui: embalagem melhor, mundo melhor!.

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.