As novas embalagens de bebidas americanas confirmam tendências

Este artigo faz parte de uma pesquisa realizada nos Estados Unidos em 2010, intitulada “The American Way of Packaging”.

Temos observado a confirmação das tendências de consumo anunciadas desde 2000 pelo laboratório de tendências The Faith Pop Corn, do qual, orgulhosamente, participamos. Conveniência, estilo, saúde, segurança e sustentabilidade são pilares importantes do nosso atual estilo de vida. Fazem parte das nossas principais preocupações, não importando se estamos nos Estados Unidos, na China ou no Brasil.

Os Estados Unidos estão emergindo da sua maior crise. Esta crise foi, sobretudo, de valores, colocando em cheque o american way of life (modo de vida americano). É visível a mudança, as placas de “vendese” em tantas casas, o número de garage sales (liquidações de garagem, feitas pelas famílias americanas para venderem objetos e roupas usadas para arrecadar fundos). As pessoas passaram a entender que o consumo deve ser comedido e deve caber no orçamento atual de cada um e as compras agora são mais planejadas. Obviamente a crise atingiu as grandes compras como casas, carros e eletrodomésticos ou bens duráveis, porém muitos perderam empregos e, dessa forma, as compras de bens de consumo também foram afetadas. Veio daí a necessidade de adequação rápida das embalagens para atender os consumidores dentro deste novo cenário.

O consumo exagerado ou enorme das famílias ainda persiste. Como pode ser notado pela presença de grandes embalagens de 2 litros ou mais, sejam para águas, sucos, chás, leite ou refrigerantes. E nem sempre são doses para famílias. Mas esta regra já está mudando, a necessidade de conveniência e saúde cresce e podemos então contar com embalagens menores para consumo imediato e justo. Assim, crescem as embalagens multipacks para latinhas, para isso predomina a utilização de chapa flexível de base polipropileno para a unitização de quatro ou seis. São resistentes e econômicas.

A questão da sustentabilidade também aflora em quase todas as embalagens. De qualquer material há a identificação clara dos símbolos para facilitar a reciclagem e no caso das garrafas PET, estas muitas vezes são retornáveis com reembolso na sua devolução, valor que aparece destacado quando existe. No caso de várias categorias, os ícones de saudabilidade são destacados: menos calorias, zero calorias, menos sódio, mais vitaminas e assim por diante.

Vamos apresentar apenas as mudanças mais significativas por categoria para facilitar a nossa “conversa”. Começando por água, vale destacar que a maior parte está em garrafões pequenos para ser facilmente transportados; têm capacidade de um galão (3,6 litros) e na sua maioria, de polietileno de alta densidade (PEAD). As garrafas PET ficam para o consumo on the way (consumo em trânsito) ou mais elitizado, portanto têm maior valor. A garrafa de água da marca Smart Water® ousou com um novo conceito de rótulo autoadesivo, em apenas um rótulo com impressão em serigrafia duas cores, ainda assim, usou o verso para brincar. Nele há um peixinho dourado nadando.

De forma geral, as águas estão com tampas esportivas, na maioria com tampas cobertas, por segurança e higiene e rótulo tipo roll label em BOPP transparente dando a aparência de um rótulo autoadesivo no label look, apostando assim na leveza conferida pela transparência e cores leves e quase transparentes com o exemplo da água Pure Amercian®. Outra novidade que chamou atenção foi a venda de água nos supermercados, do tipo “sirva-se você mesmo”, um sistema onde o consumidor traz seu garrafão vazio e o enche numa “máquina”, na verdade um medidor de vazão, acoplado a um tanque maior de água mineral.

Na categoria de leites, os preferidos da população são os pasteurizados, mais do que os longa vida (UHT). A maioria dos pasteurizados vem em garrafões simples de PEAD, mas há também opções em cartonados e garrafas menores. Para os longa vida, há garrafas e pouches multicamadas e as embalagens cartonadas assépticas. Gostei muito da opção de pequenas “caixinhas” de 236 ml que servem adequadamente um copo. Abertura funcional, perfeita! O Gatorade®, referência quando se fala em isotônicos, tem agora uma tampa bastante diferenciada, duas peças, duas cores, tipo twist e com maior área de contato com os lábios, contato que proporciona maior conforto. O rótulo agora é um termoencolhível, tipo half (metade) também apostando na transparência das cores. A garrafa tem novo shape (formato), mais alto e textura grip para não escorregar. Outros isotônicos que merecem destaque: o G2®, também da Gatorade®, mantém o antigo frasco com cores transparentes, porém mais fortes. A marca Sobe® aposta nas águas vitaminadas, Lifesmartwater®, em vários sabores, cada uma para atender uma função; fazem parte da categoria que mais cresce: as bebidas funcionais. A marca Snapple® aposta, para toda a sua linha de água, sucos, isotônicos em embalagens de vidro com relevo, que transmite mais sofisticação numa marca já renomada. A marca Fuze®, num contraponto, vem em garrafas PET de maior peso para transmitir valor e um rótulo termoencolhível inteiro com imagens de frutas e cores, além de um visor que aponta também para as vitaminas contidas no produto.

A segunda bebida refrescante (excluindo água e leite) em volume nos EUA, logo após os refrigerantes e, antes dos isotônicos e sucos, são os chás. Estes seguem praticamente os mesmos códigos dos isotônicos. Alguns de consumo mais popular, como o ICED TEA da SWISS utiliza em suas embalagens o PET, com rótulo e design muito simples. Os clássicos da Pepsico® e da Coca Cola Company®, ainda têm a opção das latinhas de alumínio como a marca Arizon®, que apresenta também a lata de 680 ml, haja

sede!

Os sucos, opção mais saudável e natural, crescem em espaço de gôndola e em volumes e marcas novas. A Tropicana®, um dos ícones do setor, dá ao consumidor a opção de embalagens assépticas e as pasteurizadas que se identificam mais com as propostas de saudabilidade e produtos mais naturais. As embalagens para a bebida pasteurizada, estão em garrafas PET com rótulo termoencolhivel inteiro, até para ampliar a proteção à luz, o gargalo de boca larga garante maior conforto ao beber direto na garrafa. A Minute Maid®, outra referência, lançou uma linha com novos sabores com mais vitaminas e antioxidantes com uma nova garrafa com shape novo que transmite a ideia de que se está torcendo a fruta, ou seja, de que se acabou de espremê-la. Na mesma linha de frasco, a Simply Lemonade® apostou numa tampa vistosa com selo para transmitir mais segurança ao consumidor. Todas as marcas de bebidas e produtos de consumo oferecem aos consumidores opções cada vez mais saudáveis, a Minute Maid® da Coca Cola Company®, atende a rede Mc Donalds®, para o qual desenvolveu um produto especial com o Ronald® no painel frontal “vendendo” a saúde que a maçã oferece, ao associá-la com a prática de esporte.

As bebidas orgânicas, cada vez mais populares, tanto lá como aqui, têm evoluído bastante. A Naked®, com seu rótulo verde cítrico e muitas frutas já é uma referência. A embalagem de formato simples, praticamente standart, corrobora com a proposta de simplicidade, mas lançaram a maior novidade em relação à tecnologia de materiais: alegam ser os primeiros a utilizar a primeira garrafa 100% produzida a partir de PET reciclado. Destacaria no segmento, o chá Steaz®, em lata de alumínio, com design diferenciado com as frutas e folhas coloridas e a imagem em preto e branco contrastando com as cores. Outra novidade é a proposta da Crystal light, chás em stick pack para fazer um copo. Estes vêm num pote com tampa, de PP injetado com rótulo manga ao invés de serigrafia, perfeito para ter em casa ou no escritório.

Os energéticos estão cada vez mais fortes nas cores, nos nomes nas embalagens, confira o VENOM®, ou a versão one shot (concentrado) da Monster®. Os refrigerantes estão com sua fatia de mercado cada vez menor, mas seguem líderes, a Coca Cola reage trazendo embalagens promocionais de Natal e outras datas, embalagem menores para tickets cada vez menores, como a opção da latinha de 222 ml que custa apenas 90 centavos de dólar ou a garrafinha tradicional PET (355ml) por 99 centavos de dólar. Aqui ainda tem a motivação de embalagens menores para garantir a bebida gelada do início ao fim.

Outra categoria que cresce são as bebidas lácteas, sobretudo as com adição de chocolate, pasteurizado ou em embalagens cartonadas assépticas, há cada vez mais marcas, a Nestlé® e seus produtos seguem como referência, o Nesquik®, por exemplo, com garrafinhas PET com 236 ml para atender os pequenos. A marca Chug® tem várias versões de milk shakes, mas a mais interessante é o Shake da MolliCoolz®, que traz o frasco/copo apenas com o pó, para que o leite seja adicionado, “agite e faça seu próprio shake”. Há ainda um detalhe: uma janela no frasco mostra a marca de leite para um shake mais cremoso.

As bebidas à base de café normalmente são consumidas frias. Impressiona o número de adereços para estas bebidas como os cremes e outras delícias, como exemplo, cito a Coffee House®. A embalagem é praticamente um utensílio doméstico, o rótulo termoencolhivel em prata e a tampa preta empresta à embalagem uma sofisticação ímpar. A praticidade da tampa com sobretampa é indiscutível. Um luxo para os momentos de deleite de um bom café!

A categoria das cervejas segue sem muitas novidades nas latinhas de alumínio e garrafas de vidro, exceto para algumas ações promocionais que lançam mão das garrafas de alumínio como da Budweiser®. Mesmo lá, esta opção ainda não tem escala e, portanto, é muito mais cara.

Nos vinhos, acho que a maior novidade sejam as garrafas PET com revestimento interno de óxido de silício, conhecido por “Plasma”, o pioneiro da nova tecnologia foi o Sutter Home®. A garrafa tem também uma prática tampa de rosca, serve uma taça, é absolutamente conveniente e charmosa!

Os destilados também não apresentaram novidades que merecessem destaque, claro que as promocionais vêm sempre vestidas para a festa, o que já se tornou esperado, porém cada vez mais surpreendente, como o rótulo de Balantines®, que com a utilização de tintas especiais e baterias, piscam ao som da música como se fosse um equalizador. Um show à parte!

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.