INOVAÇÃO

Assunta Napolitano Camilo

Foto: Acervo de Embalagens da FuturePack

As empresas devem ser capazes de explorar novas soluções e oportunidades no mercado, inclusive utilizando embalagens inovadoras, entre outras possibilidades.

De acordo com informações da Pesquisa de Inovação (Pintec) de 2017, realizada pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 33,6% de um universo de 116.962 empresas brasileiras com dez ou mais colaboradores fizeram algum tipo de inovação em produtos ou processos.

Apesar da boa perspectiva, ainda há muito para crescer no contexto brasileiro, daí a importância do investimento em estratégias que estimulem a criatividade e inovação.

A inovação nas empresas é um diferencial e tem entre suas vantagens:

  • Adaptabilidade: capacidade de enfrentar os desafios do mercado e ter respostas ágeis para novas situações;
  • Resolução de problemas: quanto mais inovadora, melhor é o desempenho para resolver problemas, de forma rápida, e de maneira eficaz;
  • Exploração de novos mercados: ampliar a participação, alcançando mais clientes;
  • Foco no cliente: contribui com experiências mais proveitosas e agradáveis aos clientes e, consequentemente, ganha em termos de branding e reconhecimento.

Mais do que uma boa ideia, é preciso investir em uma mudança na cultura organizacional em prol da inovação. Depende fundamentalmente de uma mudança de mentalidade que irá colaborar com o estímulo à criatividade para o futuro de todos os aspectos do negócio.

Há diversos modelos de dinâmicas para gerar ideias, o que mais gosto e entendo ser muito aplicável para inovação em embalagens é o método SCAMPER, pois estimula a criatividade, questionando possibilidades de: substituir, combinar, adaptar, modificar, procurar outros usos, eliminar e rearrumar.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

A escolha do método depende sempre do tamanho e tipo de organização e do processo e produto que se busca inovar. As organizações devem apostar em conhecimento, diversidade, colaboração e respeito ao conjunto (fornecedores, colaboradores, clientes, comunidade) para que a inovação criada gere sucesso e uma vida melhor para todos.

A vantagem de ser uma empresa pioneira é chegar à frente dos concorrentes e assegurar uma condição de “monopólio” temporário, com o benefício de cobrar preço diferenciado por algum tempo. Normalmente, os seguidores surgem rapidamente e o ciclo deve começar novamente ou partir para as inovações incrementais que podem garantir uma condição de destaque por certo tempo.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Um produto inovador e surpreendente é o “rolo” de biscoito apresentado em uma embalagem similar à de salame, denominada tripa ou chub film. O rolo deve ser fatiado em biscoitos, que já estão prontos para assar em casa. O bom desse conceito é que a massa já está feita, basta cortar 10 biscoitos de um rolo e depois assar. Fazem muito sucesso!

Saiba mais sobre inovação no livro Embalagens Flexíveis que traz conteúdo atualizado sobre matérias-primas, processos, equipamentos, além de inovações e oportunidades para melhorar a delicada relação das embalagens flexíveis com o meio ambiente.

Invista em conhecimento.

Adquira o seu exemplar.

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.