Modernas e sofisticadas

Os lituanos apreciam muito conversar em família ou com amigos em bares e parques. Para acompanhar a conversa, eles gostam de consumir uma cerveja ou a famosa bebida típica local chamada “gira” feita à base de cevada e trigo, porém com baixíssimo teor alcoólico. É apresentada em embalagens de PET de 1 litro, em garrafas de vidro de 600 ml ou em latas de alumínio.

Quando se reúnem para consumir as bebidas, aproveitam para degustar aperitivos como pequenas salsichas, por exemplo, a Rambyno®, ou pedaços de queijo como o Dziugas®. Apesar de tradicionais, os aperitivos vêm em embalagens modernas, em stand-up pouches com abertura fácil e zíperes para garantir o refechamento.

As crianças acompanham os adultos com seus próprios aperitivos. As salsichas da Biovela® têm até visor para se apresentarem aos pequenos consumidores.

Há inúmeras cervejas e de vários tipos. Uma das mais tradicionais tipo “Ale” (lá chamada de “Alus”), é a Ükis®. O destaque da embalagem é a garrafa de vidro não rotulada, identificada somente por um saco de papel kraft. A Ükis® é inclusive uma cerveja da marca própria da rede de supermercado Iki®. No “rótulo/saco” há todas as informações, como marca, tipo, validade, teor alcoólico, código de barras e dados do fabricante. É interessante ver os consumidores carregando suas cervejas num “saco” amarrado com corda. Aspectos culturais que valem a viagem.

Contrastando com esse tradicionalismo, as bebidas carbonatadas, como o suco de maçã, vêm numa “lata de PET” com rótulo termoencolhível. O degradê em verde cítrico e a ilustração hiperrealista dão um destaque nas gôndolas. Além da participação de sucos com ilustrações gigantes para aguçar o apetite, os da Elmennorster® e da Cido® são bastante fortes no país.

Outra tradição forte nos países bálticos é o consumo de laticínios. Eles bebem leite fresco ou longa vida em todos os lugares. A Ecolean, empresa de embalagens do tipo do leite Musu, participa muito ativamente da categoria com as econômicas embalagens flexíveis.

Os iogurtes fazem parte da dieta diária e têm espaço relevante na gôndola. Há os de marca própria, como a da Iki®, e até de empresas, como a Vilkyskiu, que estampa seu mascote, um gatinho na embalagem, incluindo as crianças ao hábito desde cedo.

As embalagens de óleo de cozinha têm como diferencial rótulos termoencolhíveis, como no exemplo da Basso®. Assim como nossos panetones e colombas pascais, lá eles têm os “Sakotis”, um bolo folhado que também é conhecido como bolo da árvore, por ser bem parecido com uma. As embalagens são sofisticadas, com fotos que destacam os deliciosos produtos. Algumas têm janelas, fitas e cordões para facilitar o carregamento. O ponto em comum é que são em papel cartão para dar mais proteção aos bolos, que são muito frágeis.

A saúde segue em foco no mundo e também entre os lituanos. Os biscoitos, por exemplo, têm apelo de saudabilidade com muitas fibras e embalagens com diferenciais, como o uso de vernizes fosco e brilho, destacando os ingredientes do produto num design muito elegante. Hábitos saudáveis e embalagem melhor promovem um mundo melhor.

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.