Painel de Feiras Internacionais apresenta tendências e inovações em embalagens

Por Editores de CarneTec Brasil

Evento em SP reuniu profissionais que atuam com embalagens (Divulgação)

O Painel de Feiras Internacionais realizado pelo Instituto de Embalagens no último dia 26 de fevereiro, em São Paulo (SP), reuniu aproximadamente cem profissionais que atuam com embalagens. O evento, o 110º do instituto, marcou também o início da jornada de conhecimento sobre embalagens de 2019.

“Nosso trabalho é fazer a diferença e entregar valor aos profissionais que estão em busca de atualização do conhecimento. É apoiar o mercado para que possam produzir embalagens melhores e promover um mundo melhor”, disse em nota Assunta Napolitano Camilo, diretora do Instituto de Embalagens.

Realizado a cada dois anos, o Salão Internacional de Alimentação (SIAL Paris) é uma referência no lançamento de tendências e inovações do setor de alimentos e bebidas. Segundo Carolina Teixeira, professora e coautora dos livros do Instituto de Embalagens, a principal tendência apontada pela feira é a valorização do sabor dos alimentos e, com isto, a ampliação da experiência de consumo. Já a conveniência é uma tendência consolidada. “As refeições preparadas na própria embalagem também continuam em alta”, disse Carolina.

O crescimento das embalagens flexíveis continua notável, segundo o instituto, com presença em todos os mercados, como mistura pronta para bolo em stand-up pouches para micro-ondas, papinhas de frutas e legumes em stand-up pouches com tampa e transparência, e mojitos em stand-up pouches de até 3 litros. Para Assunta, esse cenário é propiciado por vantagens como leveza, ticket acessível e facilidade de armazenamento.

A All4Pack Paris reuniu 1,3 mil expositores e 79 mil profissionais do setor de embalagens. As soluções sustentáveis seguem ganhando importância na indústria. Edenilson Santos, designer do Instituto de Embalagens, destacou o lançamento da Multivac, uma nova solução de embalagem para diminuir o uso do plástico. Trata-se da bandeja de cartão Multivac Paperboard para embalar produtos frescos e in natura.

De Paris para os Estados Unidos, as tendências e os desafios apresentados pela Pack Expo International e a Healthcare Packaging. Antonio Andrade, professor e coautor dos livros do Instituto de Embalagens, visitou a feira e destacou o crescimento do e-commerce e como isto está impulsionando a mudança em todos os estágios de fabricação: design de produto, embalagem, manuseio, envase e transporte, até a entrega ao consumidor.

“As empresas estão oferecendo abordagens inovadoras, como pequenos toques na caixa, embrulhos de presente, mensagens personalizadas ou amostras, garantindo que cada item enviado seja protegido contra roubo e danos. Além disso, as embalagens oferecem fácil abertura e são recicláveis ou reutilizáveis”, disse Andrade.

Ponto de venda

Anualmente, o Instituto de Embalagens visita os pontos de vendas para atualizar o seu conhecimento sobre embalagem. No ano passado, os profissionais da entidade visitaram as gôndolas de supermercados da Alemanha, França, Estados Unidos, Rússia e Ucrânia.

Nos Estados Unidos, segundo o instituto, as prateleiras reforçam as tendências vistas no SIAL e na All4Pack. Um exemplo disso é a embalagem termoformada, com três compartimentos separados, para o acondicionamento de carne desidratada, amendoim e sementes de girassol, que lembra o formato de um haltere. Como a embalagem é lacrada com filme flexível na parte de cima, o consumidor pode abrir por partes, servindo-se de um dos produtos, sem comprometer os demais.

Na categoria de pet food, a conveniência nas embalagens não foi esquecida. A Sheba desenvolveu uma embalagem plástica que pode ser partida ao meio, já que muitas vezes os gatos só comem pequenas porções de cada vez. Além disso, o pote pode ser o prato deles, reduzindo serviço.

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.