Sial: foco em saúde, prazer e sustentabilidade

Edenilson Santos

Palco de inovações e tendências da indústria global de alimentos, a Sial, na França, aconteceu de 15 a 19 de outubro de 2022. O Instituto de Embalagens visitou a feira para observar de perto as novidades do setor.

As escolhas alimentares, por exemplo, vão além da simples satisfação de uma necessidade primária/diária. Hoje,as questões estão se tornando mais complexas com o surgimento de um questionamento compartilhado sobre modelos de produção e acesso a recursos. Os estudos globais realizados pelos especialistas parceiros da SIAL – Kantar, Protéines XTC e NPD – mostram isso claramente.

A crise sanitária não mudou tudo, muito pelo contrário. Em um contexto de incerteza global, o consumidor ainda está convencido de que o que ele come molda o mundo em que vive, tanto para ele, quanto para sua família, para os outros e, mais ainda, para todas as espécies com as quais ele compartilha este mundo. Segundo a pesquisa, 63% dos consumidores consideram que a comida é um ato de cidadania que equivale a escolher o mundo em que queremos viver.

De acordo com o estudo 11% dos consumidores mudaram radicalmente suas refeições. Neste recorte, as pessoas optam por alimentos cognitivos e veganos que ajudam na sua performance mental e de saúde. 29% dos europeus preferem estabelecimentos que trazem no cardápio opções vegetarianas e veganas.

Quatro tendências devem nortear a indústria de alimentos: saúde, meio ambiente e ética, prazer e transformação digital. Quando o assunto é saúde, tudo é decidido no prato, pelo consumidor e para seus parentes. Ele opta por produtos e ingredientes naturais e receitas e processos cada vez mais simples. Menos é muitas vezes mais.

Meio ambiente e ética são e serão decisivos nas escolhas dos consumidores que exigirão cada vez mais provas claras e tangíveis dos procedimentos das empresas sem querer gastar mais. 36% dos consumidores estão atentos às questões ambientais e éticas, quais as iniciativas as empresas estão trabalhando para reduzir impacto ambiental, seja através de um produto de origem natural ou até de embalagens que comprometem menos o meio ambiente.

A comida é um vetor de conforto e prazer para nós. Os consumidores estão mais envolvidos nas escolhas alimentares em casa e no restaurante. Nunca foi tão forte o desejo de estar imerso na escolha positiva de novas descobertas de sabores. Já, a tecnologia digital abre novos modos de acesso do consumidor para os produtos, informações e coaching alimentar.

Em 2021, essas tendências já estavam presentes nas inovações mundiais da categoria de alimentos. 47,8% das inovações tinham como foco o prazer; 31,1%, saúde e 7,1% ética.
Os chips de batata artesanais e 100% feitos na França da THAAS Chips são um exemplo de tendência de saúde. Os produtos artesanais contêm metade do sal de uma batata frita industrial, menos gordura e não tem conservantes. Na Sial, a empresa apresentou uma versão inovadora do snacks, batata chips de chocolate em parceria com a chocolatier da Alsácia. A embalagem de papel cartão valoriza a origem local do produto, reforça o processo de fabricação direto da fazenda e o cuidado com o impacto ambiental.

Já a Mentos lançou no mercado europeu uma embalagem feita de 90% de papel cartão para sua linha de goma de mascar. O papel cartão é um material que tem menor impacto ambiental, já que é proveniente de fonte renovável. A solução traz conveniência e praticidade para o consumo on-the-go, uma vez que tem um sistema abre-fecha que permite fácil acesso às gomas, além de ser uma embalagem amiga do meio ambiente.

Outro exemplo muito interessante está alinhado à tendência de prazer. A OMG Buble garante uma experiência divertida de consumo de chá com bubles. O copo traz o chá e a tampa separada bubles que “explodem” na boca. Preocupada em atender a questão de sustentabilidade, o copo e o rótulo de papel têm um picote que permite separar os materiais para facilitar o processo de reciclagem. Neste caso, podemos encontrar uma forma doce de tomar um chá e ser amigo do meio ambiente!

Edenilson Santos é analista de comunicação e marketing do Instituto de Embalagens

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.