Tecnologia no ponto de venda

Como temos visto ao longo da série de artigos, as embalagens nos permitem entender um pouco os hábitos de consumo de cada país. Da mesma forma, os pontos de venda em sua diversidade refletem suas escolhas. O conjunto é um reflexo claro da cultura e da história de cada povo.

Em 2014, estivemos na Suécia, onde o sistema de vendas, muito organizado e clean, concentra-se em mercados, lojas de bebidas (que são vendidas separadamente, em virtude de lei) e lojas de conveniência. O sistema de vendas de produtos é igualmente organizado na Alemanha, porém ainda se encontram pequenos comércios específicos, como quitandas e mercearias, voltados à comunidades e imigrantes.

Na Alemanha, aliás, e também na França, onde nos hospedamos em apartamentos, tivemos uma oportunidade ímpar de aprendizado sobre o modo de vida local, ao fazer compras, preparar as refeições e, depois, fazer o descarte correto do lixo. Foi uma experiência muito rica, que trouxe grandes descobertas.

Os franceses, historicamente, sempre gostaram de bons alimentos: frescos, saborosos, tenros e, claro, os gourmets. Esses produtos são encontrados até mesmo em supermercados, nas gôndolas especiais, porém as melhores “ofertas” estão nas tradicionais lojas de bairro, como mercados de especiarias, açougues, lojas de frios especiais, padarias, queijarias, adegas e quitandas ou frutarias.

Outra curiosidade é o horário de abertura: normalmente essas lojas ficam abertas até tarde, mesmo no inverno, e é melhor comprar seu pãozinho à tarde, pois as padarias abrem só após as 10h da manhã.

Os supermercados tentam reproduzir o ambiente das frutarias, com tendas, barracas, frutas e legumes frescos e cheirosos, porém é grande o desafio de manter tantos itens especiais e ao mesmo tempo atender de forma personalíssima.

Entre tantas surpresas, destaco as novas farmácias alemãs, cujo ambiente foi totalmente reformulado: em vez das tradicionais prateleiras cheias de embalagens de remédios e o balcão com os atendentes de um lado e os consumidores de outro, agora em toda a parede de fundo há displays eletrônicos que ficam o tempo todo mostrando as novidades e divulgando uma infinidade de produtos e ofertas.

Em um ambiente futurista, que mais se parece com uma loja de informática, computadores de última geração em mesas altas são monitorados por atendentes que, além de conhecerem as propriedades dos medicamentos, dominam a tecnologia e dialogam de forma muito próxima com os consumidores.

Realizada a compra, via computador, é só se dirigir ao caixa, pagar e retirar o produto, que vem do depósito através de um sistema automatizado por meio de robôs, já que o espaço é bem reduzido.

Assim como melhores embalagens promovem um mundo melhor, os pontos de vendas que conseguem atender plenamente as expectativas dos consumidores tornam nossa vida mais cômoda e feliz. Se quiser mais informações e fotos dos produtos, é possível obtê-las no site: www.clubedaembalagem.com.br.

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.