História e cultura portuguesa são valorizadas nas latas de azeites e pescados

FuturePack - Consultoria de Embalagens
FuturePack – Consultoria de Embalagens

Assunta Napolitano Camilo

Os portugueses cultivam suas tradições e valorizam sua cultura. Eles têm orgulho das suas origens e das suas histórias e usam as embalagens para contar tudo isso! Lindo ver um povo tão orgulhoso.

Uma visita atenta a um supermercado ou mesmo a um mercadinho em Portugal permite uma viagem cultural através das embalagens. Em especial pelas latas de produtos importantes do país, como azeite e pescados.

Uma lata de azeite Gallo faz nos saber que é uma marca portuguesa criada em 1919 por Victor Guedes. O orgulho da origem impõe à marca Gallo a assinatura sui generis: “PORTUGAL”. Uma de suas muitas embalagens comemorativas apresenta os vários pontos turísticos, imortalizados por ícones bem traçados. A lata de fundo branco valoriza os azulejos portugueses, reconhecidos mundialmente como parte da cultura do país, que são destacados pelo azul escuro e laranja, na parte superior da embalagem.

A lata do azeite Ouro da Terra leva os consumidores para um passeio pela história de Portugal, com cenas coloridas de momentos importantes vividos pelo povo português, desde a época medieval. Além disso, a embalagem conta que são de Mirandela de Trás os Montes.

A pescados Tenório usa uma foto em preto e branco numa moldura oval no centro da lata, além da foto do Sr. Tenório que mostra as medalhas recebidas ao longo da trajetória centenária. A origem da marca remonta aos tempos mais longínquos da fábrica de conservas de atum em lata São Francisco de Francisco Rodrigues Tenório, fundada em 1880, que alcançou rapidamente grande prestígio pela alta qualidade do atum em lata.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem
FuturePack – Consultoria de Embalagens

A comunidade dos Açores é um capítulo à parte, um grande orgulho para os portugueses que gostam de estampar nas latas, que os pescados de lá, são “certificados pela natureza”. A lata do atum Bonito dos Açores traz uma arte em três cores, com proposta moderna e tampa abre fácil. Já a lata do atum Bom Petisco traz a impressão do lado oposto da tampa abre fácil para privilegiar a marca d’água do desenho do porto da ilha dos Açores no logo e no fundo da embalagem.

A marca Santa Catarina traz uma embalagem muito especial: a lata é embrulhada em papel que lembra um jornal da época e depois recebe uma cinta, como um rótulo.

A Vasco da Gama preferiu “vestir” a lata com um cartucho de papelcartão, valorizando o produto pela apresentação e qualidade da impressão da produção fotográfica do prato de polvo que abre o apetite.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem
FuturePack – Consultoria de Embalagens

Como vimos, há sempre muitas possibilidades para usar melhor nossas embalagens para contar histórias e posicionar nossos produtos melhor.

Embalagens melhores mundo afora, mundo melhor!

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Junto com a equipe do Instituto de Embalagens, publicamos um artigo sobre os RUMOS 2023, que foi elaborado com base nas principais feiras e PDVs da Europa, que visitamos ano passado.

Neste artigo, você vai acompanhar nossas percepções do que podemos esperar, mudança na decisão de consumo. Disponibilizamos gratuitamente, acesse o link: https://bit.ly/3XGJBCg

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.