Turquia: o encontro do oriente com o ocidente

A Turquia é um país com personalidade forte. É considerada a porta de entrada do Oriente para nós, os ocidentais; e a porta do Ocidente para os orientais. Atualmente, o país tem cerca de 75 milhões de habitantes, sendo 80% turcos e 18% curdos. O idioma oficial é o turco e a religião é o islamismo. O IDH de 0,679 é considerado elevado, assim como o PIB, de US$ 960,5 bilhões e a renda per capita, de US$ 12.300 (dados de 2010).

O principal setor econômico é a indústria, seguida pela agricultura. Daí a importância das embalagens para o país, que tem forte tradição em comércio exterior e conta com mais de 1.200 indústrias de embalagens, sendo cerca de 800 no setor plástico.

Na última década, devido ao aumento da renda per capita média, tem havido mudanças significativas nos padrões de vida da população, que fazem crescer a indústria de embalagens para atender a demanda nacional.

Lá também ocorre a redução das porções e do tamanho das embalagens; além disso, os consumidores têm a oportunidade de encontrar uma variedade muito maior de produtos. Percebi inclusive muitas promoções nos pontos de venda, descontos especiais e cupons.

Sobre os principais pontos de venda, podemos destacar a cadeia Migros, fundada em 1954; a Gima, em 1956, e a Pazarı Ordu (Oypa), de 1962. O varejo generalizado começou no final dos anos 80.

O consumo de embalagens per capita é um indicador do padrão de vida. Em 2011, o consumo per capita passou de 100 dólares por pessoa. Um número ainda abaixo de referências mundiais, como no caso da Europa Oriental, cuja média é de 130 dólares/pessoa, comparado aos 350/400 dólares per capita na América do Norte e Canadá e 550 dólares/pessoa no Japão. No Brasil, o consumo também está em torno de 100 dólares/pessoa.

Os dados são da ASD, Associação de Fabricantes de Embalagens da Turquia (www.ambalaj.org.tr). A ASD é uma associação muito atuante, que coordena várias atividades. Também é a responsável pelo setor de Educação do WPO (World Packaging Organization) e é a promotora da feira de embalagens da Turquia, Ambalaj, realizada a cada dois anos, em outubro.

Como sabemos, cada povo tem suas preferências e hábitos alimentares que são fortemente influenciados pela cultura. Na Turquia, comem-se muitos doces árabes, quitutes maravilhosos e normalmente embalados com deferência em estojos de cartão. As especialidades turcas como a “halva” e o “Deleite Turco” estão sendo sucessivamente introduzidas nos mercados internacionais, assim como outros produtos com embalagens de design sempre muito colorido e na maioria das vezes com cores bem carregadas, como a embalagem da Ipek (foto).

Outro hábito comum na Turquia é o consumo do café. A bebida é tomada em copos com formato singular com o pó no fundo, o que lembra um chá forte. As embalagens são parecidas, exceto pela decoração que usa muito azul e verde, como as da Europa. As bebidas, como os sucos, refrigerantes e água, usam na sua maioria embalagens PET. Algumas águas mais refinadas, como a Uludag (foto), vêm em garrafas de vidro e é uma das mais célebres, abusando da cor preferida da Turquia: o azul forte e elegante.

A culinária turca é sempre muito condimentada; os pratos usam muito tomate e pimentão (páprica), ou molhos. As gôndolas têm toda a sorte de embalagem desses produtos, normalmente em porções maiores do que as nossas. No caso do tempero Knorr (foto), o pote é injetado e tem um rótulo impecável em “in mold label”, como boa parte dos potes daquela região.

A Turquia é também um dos principais players da indústria mundial de vestuário e muitas são as lojas de lingeries, sempre muito sensuais e caras. As lojas são especializadas e em sua maioria têm apenas homens! Isso mesmo, os vendedores e compradores são homens, pois são eles os maiores consumidores desses artigos para dar de presentes às esposas. As embalagens são caixas que lembram (em tamanho) as nossas caixas de sapato, porém, são decoradas com acoplagem

de papelcartão impresso em offset, sempre com muito brilho e sofisticação e ricas peças que complementam a embalagem.

Na Turquia, tradicionalmente, embalam-se bem as belas peças, porque entendem que cada presente caro e delicado está à altura das presenteadas. E segue assim: Embalagem melhor. Mulheres mais felizes. Homens também!

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.