Unilever compacta embalagens de aerossóis

A Unilever criou uma nova embalagem para seus desodorantes em spray. Trata-se de uma versão mais compacta, bem amiga do meio ambiente, remetendo ao mesmo conceito dos detergentes e amaciantes para roupas, que alguns anos atrás se tornaram produtos concentrados, passando a utilizar menos embalagens.

O novo frasco está sendo comercializado no mercado europeu e possui metade do tamanho do convencional. Passou de 150 para 75 ml sem modificar a quantidade de produto, o que foi possível graças à modificação do sistema de spray: reduziu-se a quantidade do gás necessário para liberar o líquido, mantendo a mesma quantidade de produto em cada jato.

A tecnologia de compressão foi extensivamente testada para garantir a durabilidade do produto comparado às condições da versão anterior. Devido à redução do gás, houve um aumento da qualidade do jato. A embalagem foi desenvolvida com a ajuda da LindalGroup, uma das maiores empresas de válvulas, atuadores e tampas para aerossol. A novidade recebeu o nome de “Truspay”. Com essa tecnologia será possível obter êxito também com produtos mais viscosos, o que abre uma oportunidade de utilização para outros produtos de higiene pessoal e cosméticos, já que foi comprovada a melhora na distribuição do spray.

Vanguarda:
A nova embalagem, que segue a meta global de sustentabilidade da Unilever, foi lançada para as marcas Dove®, Sure® e Vaseline®, que, juntas, equivalem a 80% dos desodorantes vendidos na Europa. A empresa continua atuando efetivamente na diminuição de material utilizado e na compactação de produtos, uma vez que a redução de tamanho do frasco possibilitou uma otimização dos estoques e do transporte, aumentando o número de embalagens por pallet em 53%, pontos que são benéficos para o meio ambiente.

Os outros números apresentados pelo novo projeto são: 50% menos gás, 25% menos alumínio e, por ser feito desse material, o frasco tem condições de ser reciclado infinitas vezes, reduzindo a quantidade de energia utilizada no processo de fabricação.

Se um milhão de pessoas trocasse para a nova embalagem de aerossol, seria possível poupar 720 toneladas de gás carbônico, o que equivale ao consumo de mais de 32 mil árvores. E seria poupado alumínio suficiente para a produção de mais de 20 mil bicicletas.

Além de ser benéfica para o meio ambiente, a nova embalagem é menor, mais leve, conveniente e fácil de ser transportada, podendo ser levada para qualquer lugar. Haverá um período inicial de adaptação e educação dos consumidores, assim como ocorreu com os detergentes concentrados, que terão de aceitar a ideia de que o produto fornece a mesma quantidade que o anterior mesmo estando em uma embalagem menor.

Em viagem recente à Europa já encontramos essas embalagens nas gôndolas em substituição às antigas.

Compartilhe:

Para mais informações, entre em contato conosco!
Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelas Políticas de Privacidade e Termos de Serviço do Google.